0

Carrinho

R$0,00

Categoria Principal

Direção Descendente
O uso de protetores solares é hoje indispensável à maioria das pessoas. Não só a radiação UV, mas outras com diferentes comprimentos de onda, possuem a capacidade de causar danos à pele, desencadeando uma série de reações na derme. A radiação UV causa danos cumulativos à pele como o envelhecimento precoce, destruição das fibras de colágeno, melasmas, diminuição da resistência imunológica da pele, processos inflamatórios, lesões oculares até câncer. No entanto, não podemos negar os efeitos benéficos da radiação UVB, que promove a síntese de vitamina D em nosso organismo, evitando assim uma série de doenças. Porém a falta de proteção solar em um país ensolarado como o Brasil tornou-se assunto de saúde pública, por conta do aumento a incidência de melanomas. A camada de ozônio absorve 90% da radiação UVB e quase a totalidade da UVC, mas não absorve a UVA, que por possuir um comprimento de onda maior, penetra mais profundamente na pele, o que pode causar queimaduras, câncer, e alterar o sistema imunológico.Leia mais
Estamos no outono! Época em que a umidade do ar cai, dando espaço para a poluição tomar conta da atmosfera, principalmente nas grandes cidades. Isso é campo vasto para que as alergias respiratórias – rinite, sinusite, bronquite, gripes e resfriados, ataquem as nossas crianças. É importante que os adultos tomem algumas precauções no ambiente de casa e da escola. Manter o ambiente limpo, livre de poeira e de ativos que provoquem alergias é uma das primeiras atitudes a serem tomadas. Tirar tapetes, carpetes e trocar as cortinas de tecido por material de fibra ou madeira, é outra saída para não acumular poeira.Leia mais
Direção Descendente